O C6 Bank surpreendeu o mercado ao disponibilizar de graça para seus clientes o C6 Taggy, um adesivo para colocar no carro e que permite realizar o pagamento expresso em pedágios, sem precisar parar o carro. O valor é descontado direto na conta corrente, sem nenhum custo extra.

Mas este serviço de pagamento automático na verdade é prestado por uma empresa parceira do banco, a Greenpass, que em breve tem planos de expandir o Taggy para outras marcas.

Muitos rumores e desinformação estão rolando pela internet e por isso o Tecnograna entrou em contato com a Greenpass, para sanar diversas dúvidas. Confira neste artigo uma entrevista exclusiva com o CEO da empresa, João Cumerlato.






Boatos e desinformação

Nas últimas semanas, alguns sites e canais do YouTube espalharam boatos superficiais sobre os futuros bancos que ofereceriam o serviço. Tudo porque uma página no site do Taggy mostrava três tags coloridas, sem marca. E isso já foi suficiente para gerar artigos e vídeos desinformativos em sites pouco preocupados com a precisão da notícia.

Taggy_boati1 Fim dos rumores: Taggy planeja ampliação de seus serviços até o final deste ano

O que se especulou foi que as cores já “confirmariam” alguns bancos digitais conhecidos, que também ofereceriam o Taggy a seus clientes. Houve inclusive comentários de que o Banco Inter ofereceria também o pagamento automático em “estacionamentos de shoppings” o que não é bem verdade (pelo menos não com o Taggy).

Para acabar de vez com as dúvidas e especulações, o Tecnograna foi atrás da informação de qualidade que nosso leitor merece e entrevistou João Cumerlato, CEO da Greenpass. Ele gentilmente respondeu todas as perguntas que fizemos, para esclarecer a questão.


Entrevista

Cumerlato revelou que nos próximos meses mais algumas instituições financeiras oferecerão o mesmo serviço de pagamento automático em pedágios e esclareceu as confusões com as cores presentes no site oficial. Também disse que o funcionamento do Taggy em estacionamentos é algo que está nos planos.

1. Existe uma previsão para que novas instituições parceiras também ofereçam o Taggy? Se sim, quando poderíamos contar com a próxima delas?

Temos alguns projetos no forno e, até novembro, teremos mais bancos e meios de pagamento. Vão ter pagamento automático de pedágio e estacionamento personalizado com a própria marca, baseado na plataforma white label* da Greenpass (salvo eventuais intercorrências de cronograma com as equipes de TI). Boas surpresas estão a caminho.

* O White Label é um modelo de negócio em que um produto ou serviço desenvolvido por determinada empresa pode ser revendido por outras, como se o produto fosse da marca que o revende.

2. Já existe alguma confirmação com outra instituição ou ainda está em fase de negociações?

Temos quatro negociações concluídas e esperamos que em dois meses alguns milhares de novos usuários do Taggy e de pagamento automático de estacionamento possam estrear na pista automática das estradas e dar adeus a filas no caixa de estacionamentos.

TaggyC6 Fim dos rumores: Taggy planeja ampliação de seus serviços até o final deste ano

3. Você disse “estacionamentos”?

A nossa plataforma já permite o pagamento em 40 estacionamentos de shopping em todo o Brasil via aplicativo do parceiro, usando a câmera do celular para pagar o ticket sem pegar fila. Outros 40 estão em fase de implantação — serão 200 estacionamentos em shoppings e centenas mais até o fim de 2020 com uma solução que não depende do tag de pedágio.

Nota da redação: o Banco Inter recentemente incluiu em seu aplicativo o pagamento de estacionamentos usando a câmera do celular, em parceria com a Greenpass. É um serviço diferente do Taggy.

4. Haveria um plano ou previsão do Taggy também ser aceito em shoppings? Existe atualmente algum impedimento para isso?

Estamos expandindo a rede para estar onde os clientes dos nossos clientes estão. O Taggy também poderia abrir automaticamente cancelas de estacionamento, mas isso ainda não está acontecendo por força de uma limitação técnica para colocar mais antenas em estacionamentos que já tenham uma instalada. Um acordo de compartilhamento está em discussão com as outras operadoras, o que nem sempre é fácil.

5. As cores apresentadas no site (verde, laranja e vermelho) fazem alusão a instituições existentes ou são cores ao acaso?

img-taggy-personalizada Fim dos rumores: Taggy planeja ampliação de seus serviços até o final deste anoCada leitor vai ter a sua própria interpretação sobre os tags na nossa página, e a Greenpass está aberta a conversas com empresas de todas as cores – afinal, somos white label! –, mas os tags no site não representam necessariamente (ainda) negociações concluídas ou em andamento.

6. Quando outros parceiros começarem a oferecer o Taggy, será nos mesmos moldes que o C6 (sem tarifas) ou será diferente?

Com certeza haverá preços diferenciados. O valor e a própria decisão de cobrar são exclusivamente do parceiro. Enquanto nós cuidamos de toda a parte operacional com concessionárias de estradas e estacionamentos, o parceiro pode se concentrar na política comercial e no relacionamento com a sua base de clientes. O Taggy e a função de pagamento de estacionamento via aplicativo do parceiro entram no mix de vantagens, da mesma forma que a cobrança ou não por TEDs, conforme o relacionamento com o cliente e o perfil de negócio do parceiro. Alguns vão dar o serviço com custo zero, outros vão cobrar. O que queremos é proporcionar o prazer de passar direto por cancelas de pedágio e que nossa solução de estacionamento sem complicação chegue a todo mundo, via banco ou meio de pagamento parceiro, em vez de ser um serviço restrito a poucos, como acontece hoje.


Este artigo é um
Conteúdo original © Tecnograna

Quer ficar atualizado com a melhor informação sobre finanças digitais? Então siga o Tecnograna também no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Redação Tecnograna

Redação Tecnograna

Trabalhamos diariamente para trazer a melhor informação para ajudar você a ter vantagens financeiras com aplicativos e ferramentas digitais.

Deixe um comentário