Recentemente o Nubank começou a oferecer a opção de ativar o RDB na NuConta, para o dinheiro que fica parado lá render automaticamente sem você se preocupar com isso.

Muitos se perguntam se vale a pena a nova opção de RDB. Por isso, agora lhe explicaremos todas as diferenças entre manter a conta como estava ou ativar o RDB.

Então, respondendo a grande pergunta de qual a diferença entre as duas modalidades, a resposta é:

– Nenhuma diferença.

É isso. Obrigado a todos e até a próxima!

 


1*qpx4Cs0CDqpbETIrhp9n-g Ativar ou não o RDB na sua NuConta: qual a diferença?

Este artigo poderia muito bem ter acabado aqui, que já responderia perfeitamente à pergunta do título. Para o cliente que deixa sua grana na NuConta, não há diferença nenhuma na prática, pois o dinheiro vai continuar rendendo da mesma maneira, na mesma proporção, sem que o usuário precise se preocupar com isso.

A NuConta veio em 2017 com a proposta de oferecer uma maneira de investir que fosse mais fácil e rápido do que qualquer outra opção do mercado. Se você tentar aplicar seu dinheiro em uma corretora ou até em CDBs de bancos, verá que vai ser preciso respeitar prazos chatos e burocráticos. Na NuConta, o dinheiro passa automaticamente a render no momento do depósito, e você pode sacar imediatamente sempre que precisar (coisa que não acontece em corretoras).

Quando implementou este recurso, o Nubank não tinha permissão do BACEN para oferecer produtos bancários. Então a alternativa foi colocar o dinheiro dos clientes em títulos públicos e devolver para eles a rentabilidade disso.

Agora, um braço da empresa, a Nu Financeira, já pode oferecer produtos bancários aos clientes, e é por isso que eles resolveram mudar o modelo de investimentos deles: no lugar de títulos públicos, o dinheiro pode ser investido em RDBs da própria Nu, gerando receita tanto para os clientes como também para a empresa.

Para o cliente, não muda absolutamente nada. Mesmo rendimento, mesma forma simples de depositar e resgatar. Tudo igual.

Porém, a diferença é que eles quiseram ser transparentes e oferecer ao cliente a opção de mudar ou não a forma de rendimento.






Mas infelizmente esta transparência gerou certa confusão. Houve sites que divulgaram isso como sendo “um novo investimento oferecido pela NuConta”, ou dizendo que agora o Nubank “tinha opções de investimento”. Desculpem os colegas que escrevem em outros sites, mas vocês erraram. Na prática nada mudou na NuConta, e qualquer informação além disso só causa confusão nos leitores.

Então, você ativar ou não o RDB na sua conta, não irá mudar nada em seus resultados ou na forma de você ter acesso ao seu dinheiro.

Nem mesmo a segurança dele, pois tanto o FGC quanto os títulos públicos oferecem o mesmo nível de segurança.

Vi youtubers dizendo que “só é válido deixar no RDB se for até R$250 mil (que é quanto cobre o FGC), quantias maiores é melhor deixar na modalidade de títulos públicos”. Não, né?

Ora, pra começar, se você tem mais de 250 mil reais e deixa tudo no Nubank, você está perdendo dinheiro, pois a NuConta é ótima para a reserva de emergência, não para grandes investimentos. Há opções muito mais rentáveis para quem tem grandes quantias e pode deixar parte do dinheiro parado por um tempo.

Então, em resumo é isso: se você está em dúvida se ativa ou não o RDB, nossa sugestão é ativar. Isso influenciará apenas nos novos depósitos que você fizer, mas mesmo o dinheiro que estiver lá antes da ativação continuará rendendo a mesma coisa.

Como informação, por lei o Nubank pode usar o dinheiro investido no RDB para emprestar para outros clientes e ganhar assim juros. Você ganha, o Nubank ganha e a economia anda. Então, ativando esta opção você estará contribuindo para que seu banco digital favorito se sustente e invista em mais novidades e melhorias. 😉

Veja neste outro link Como ativar o RDB na NuConta.

Quer ficar atualizado com a melhor informação sobre finanças digitais? Então siga o Tecnograna também no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Alex Affonso

Alex Affonso

Especialista em finanças digitais e colunista do Tecnograna

1 Comentário

Deixe um comentário