Notícias

Após receber autorização do Banco Central, TransferWise se prepara para crescer no Brasil

TransferWise Brasil
Redação Tecnograna

A TransferWise é uma grande fintech britânica que se tornou uma das maiores do mundo quando se fala em transferências de dinheiro de um país para o outro.

No Brasil ela atua desde 2016, mas de forma limitada. Não é possível manter saldo em Reais na conta, nem ter um cartão de débito para compras internacionais.

Mas estas limitações estão prestes a acabar. A fintech planeja ampliar sua atuação no Brasil, e já conta com a autorização do Banco Central para operar como corretora de câmbio no país.


Leia também:
➡️ Quais as taxas que você paga quando faz compras no exterior pelo cartão de crédito?

Até então, a TransferWise funciona no Brasil através de parcerias com bancos locais. Para transferir dólar ou euro para outro país, o brasileiro precisa transferir o valor exato em reais via TED, especificamente para a transação. É mais ou menos a mesma forma que opera a brasileira Remessa Online.

Para receber de fora, a mesma coisa: o saldo é automaticamente convertido em reais e transferido para uma conta bancária brasileira.

Conta multimoeda

Um dos grandes diferenciais da TransferWise é funcionar como uma conta multimoeda: você pode guardar valores em dólar, euro, libras e outras tantas divisas.

Ao ter um cartão de débito, você pode tanto fazer compras internacionais com ele, na moeda que você tiver na conta, como também sacar em caixas eletrônicos em viagens internacionais, pagando menos taxas e IOF.

TransferWise no Brasil

A vantagem de operar como corretora de câmbio própria, sem intermediários, é que as taxas para os clientes brasileiros poderão ser ainda menores.

Em uma transferência internacional no Brasil, a TransferWise cobra hoje uma taxa de 1,5%, que já é bem menor que a dos grandes bancos tradicionais.

Quando passar a atuar definitivamente por aqui, essas taxas poderão cair pela metade, chegando bem próximo à taxa média cobrada em outros países, que é de 0,74%.

E com um cartão de débito, o cliente terá vantagens semelhantes àquelas das contas em dólar no Brasil, com o diferencial de poder ter um maior número de moedas (e não apenas dólar).

Leia também:
➡️ Cartão de débito da TransferWise é compatível com Apple Pay

Por exemplo, se você viajar para os Estados Unidos, Europa ou Austrália, poderá carregar a conta com a moeda daquele país e usar o cartão de débito, pagando muito menos taxas de câmbio e IOF.

Quando será?

Não foi divulgada nenhuma data de início de operações, mas a fintech já está contratando executivos para acelerar a transição.

O Brasil se tornou um dos cinco mercados prioritários da TransferWise com um crescimento 57% maior do que a média que vimos nos países em que atuamos“, disse Diana Ávila, líder da fintech na América Latina.

via Forbes

Quer ficar atualizado com a melhor informação sobre finanças digitais? Então siga o Tecnograna também no Twitter e no Facebook.

Sobre o autor

Redação Tecnograna

Redação Tecnograna

Trabalhamos diariamente para trazer a melhor informação para ajudar você a ter vantagens financeiras com aplicativos e ferramentas digitais.

Deixe um comentário